Carregando...
App Unimed Campinas

App Unimed Campinas Unimed

Baixar
VOLTAR

Atendimento de urgência e emergência no plano de saúde: saiba mais

Plano de Saúde

Atendimento de urgência e emergência no plano de saúde: saiba mais

As redes de saúde contam com dois serviços prioritários: atendimento de urgência e de emergência. Em ambos os casos, há necessidade de atendimento rápido, mas existem diferenças que categorizam cada situação.

Como saber qual é o seu? Quem faz essa diferenciação? Se você já teve essa dúvida antes, continue a leitura pois vamos trazer muitos detalhes importantes sobre o atendimento médico. Confira!

O que é uma urgência médica?

Define-se por urgência médica a ocorrência imprevista de agravo à saúde do paciente em que ele necessita de assistência médica imediata, porém não há risco potencial de vida. No entanto, há chance de evolução do caso, portanto trata-se de um atendimento prioritário. São exemplos de urgência médica: fratura provocada por uma queda e complicações de gravidez (quando não trazem risco de vida à mãe e ao bebê).

O que é caracterizado emergência?

Entende-se por emergência a constatação médica de risco de morte, lesões irreparáveis para o paciente ou sofrimento intenso, exigindo, portanto, tratamento médico imediato. São situações mais graves, como pacientes com parada cardiorrespiratória, que sofreram acidente de trânsito, com politraumatismos e demais casos de atenção máxima. Nessas situações, o objetivo inicial é eliminar ou minimizar o risco de morte.

O que define urgência e emergência?

Para entender como os termos são utilizados na prática, acompanhe alguns exemplos. O primeiro é de um paciente que fraturou a perna em um jogo de futebol. O segundo é de idoso que sofreu infarto agudo do miocárdio. Qual deles você acha que deve ser atendido primeiro? Exatamente, o segundo. 

O ponto-chave para realizar essa diferenciação é verificar se há risco de vida e do que o paciente precisa: atendimento ou tratamento. Para isso, o médico realiza uma avaliação e triagem. É por isso que, ao chegar em um hospital ou ambulatório, você precisa informar detalhes sobre o seu caso para o atendente ou enfermeiro antes da consulta com o médico.

Ou seja, não trata-se de uma burocratização. Pelo contrário, a equipe médica está disposta a ouvir o seu caso e dar o encaminhamento correto o mais breve possível de acordo com o nível de gravidade da sua patologia. Afinal, independentemente do nível de agravo, os profissionais de saúde devem dar prioridade absoluta no cuidado desses pacientes, sob risco de configurar omissão de socorro.

Esses marcos normativos são fundamentais para o atendimento médico. Primeiro, deve-se considerar a Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 1.451/1995. O documento traz a definição dos dois termos que regulamentam tanto o Sistema Único de Saúde (SUS) quanto a Saúde Suplementar. Outro ponto importante é referente à Lei nº 9.656, que regula o funcionamento dos planos e seguros privados de assistência à saúde.

Como funciona o atendimento de urgência e emergência no plano de saúde?

Cada hospital conta com um fluxo de atendimento que organiza e prioriza os casos de acordo com o potencial risco de vida. Essa prioridade é estabelecida de acordo com os parâmetros avaliados pela equipe médica, tais como: sinais vitais, queixas e sintomas. Normalmente, os níveis de prioridade são definidos por cores, sendo o vermelho o mais grave e o verde o menos grave. Esse procedimento é chamado de “Classificação de Risco”.

O mais importante nesses casos é saber identificar corretamente, e com rapidez, o atendimento que o paciente precisa. Para isso, é importante contar com um plano de saúde especializado em atendimento pré-hospitalar, com profissionais capacitados e dedicados, e uma boa infraestrutura para atender o paciente.

Por que contar com a cobertura de urgência e emergência em todo o território nacional?

Os convênios médicos têm diferentes abrangências geográficas: municipal, grupo de municípios, estadual, grupo de estados e nacional. Isso significa que, ao contratar um plano, o usuário deve escolher em que área deseja que o serviço médico seja garantido. O tipo de cobertura é estabelecido em contrato e assinado pelas duas partes envolvidas: contratante e contratado.

Entre essas opções, a de maior abrangência e que oferece atendimento de urgência e emergência em todo o país é a mais indicada, afinal, estar amparado por uma cobertura médica em território nacional garante mais segurança e tranquilidade em viagens, por exemplo. Sabemos que imprevistos acontecem e que, quando se trata de saúde, agilidade é fundamental. 

Imagine a seguinte situação: você viaja de férias para outro estado. Durante a diversão, se machuca e precisa de atendimento médico imediato. No entanto, não conhece a rede de saúde dessa cidade, não tem noção de deslocamentos e precisa resolver tudo isso em pouco tempo. É muita informação para administrar ao mesmo tempo, além da condição de saúde. Nestes casos, contar com uma assistência médica que ofereça cobertura de urgência e emergência em todo o país faz grande diferença.

A Unimed Campinas tem cobertura em grupo de municípios, no entanto, todos os clientes Unimed têm atendimento de urgência e emergência em todo território nacional nos prontos-socorros do Sistema Unimed, independentemente da abrangência contratada.

Ou seja, além de sentir-se mais protegido durante os seus deslocamentos, você também conta com serviços próprios da rede de atendimento exclusiva com atuação nos municípios da região de Campinas:

        Arthur Nogueira;

        Campinas;

        Cosmópolis;

        Holambra;

        Hortolândia;

        Indaiatuba;

        Jaguariúna;

        Monte Mor;

        Paulínia;

        Santo Antônio de Posse;

        Sumaré;

        Valinhos;

        Vinhedo.

Nessa área, a rede oferece acesso aos serviços do Centro de Promoção à Saúde (CPS), que conta com um Centro Multidisciplinar Integrado, Assistência Domiciliar, Espaço Personal, Gerenciamento de Crônicos e Clínica de Atendimento ao Autismo. A infraestrutura também conta com o Pronto Atendimento Sumaré, o Hospital Unimed Campinas, o Centro de Quimioterapia Ambulatorial e os serviços de medicina diagnóstica, como exames de raios X, tomografia computadorizada e ultrassonografia.

Como você viu, o atendimento de urgência e emergência depende do nível de gravidade da patologia que o paciente apresenta. E além de entender essa diferenciação e usar a nomenclatura correta, é importante contar com uma cobertura médica que abranja todo o território nacional. Assim, você garante mais tranquilidade e segurança em casos que necessitam de atendimento prioritário, e ganha mais comodidade para a sua saúde preventiva.

Ficou interessado? Então entre em contato conosco!

Conteúdo revisado pelo Conselho Técnico da Unimed Campinas. 

*Consulte as condições

Planos Rede

O que você procura?